Mensagem da Presidência da IECLB para a Páscoa

Mensagem da Presidência - Páscoa 2017
Estimados irmãos e estimadas irmãs da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil!
No Domingo de Ramos, a Igreja celebra a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém. Jesus foi aclamado pelo povo: Bendito o que vem em nome do Senhor. Hosana nas maiores alturas!

Na Sexta-Feira Santa, rememoramos a crucificação de Jesus. Diz a Bíblia que lideranças políticas e religiosas da época persuadiram o povo a gritar: Crucifica-o! Crucifica-o!

Uma entrada triunfal é seguida da morte cruel – na cruz.
O apóstolo Paulo escreve: A mensagem da morte de Cristo na cruz é loucura para os que se perdem; mas para nós, que somos salvos, é o poder de Deus (1Coríntios 1.18).
Uma morte vista como loucura e poder de Deus. Como assim? Como entender esta contradição?
No Domingo da Páscoa, a Igreja celebra uma convicção: Sabemos que Cristo foi ressuscitado e nunca mais morrerá, pois a morte não tem mais poder sobre ele (Romanos 6.9). O Cristo crucificado ressuscitou e vive. A morte perdeu o seu poder. A morte revelou o poder de Deus. A Páscoa nos convida a não nos dobrarmos diante da morte!
Como sustentar esta convicção em nossos dias? Alguém poderá dizer: Acorde! Olhe ao seu redor! Veja quanto medo! A morte está solta... lá no campo, nas cidades, na nossa rua. Apenas um exemplo: Nesta Páscoa, quantas famílias choram a morte de pessoas jovens brutalmente assassinadas somente em 2017?
Como afirmar que é Páscoa? Como celebrar Páscoa?
Neste momento, setores da política brasileira querem condenar boa parte do povo brasileiro a uma “eterna Sexta-feira Santa”. A propósito, lembro um trecho da Carta Pastoral que emitimos sobre a Reforma da Previdência: “vicejam notícias de que assuntos diretamente relacionados à vida da população sofrida são decididos sem compromisso com o povo aflito. A legitimidade dos atuais Legisladores está abalada na sua essência, mesmo com exceções. Que autoridade lhes resta para revisar e definir reformas? O descolamento da classe política do povo brasileiro é notório. Se sobra alguma relação, ela é cínica e dissimulada”.
É em meio a esta realidade que a mensagem da Páscoa conclama a Igreja cristã e o povo brasileiro a acordar. A Páscoa convida a, alegres, jubilar e a afirmar a esperança quando tudo conspira contra a vida e contra a própria esperança! Esta é a nossa loucura! Essa é a loucura da Igreja Cristã! Como diz a Palavra de Deus: a mensagem da morte de Cristo é loucura. Contudo, para quem nele crê, é poder de Deus.
Sim, essa é a contradição. Em meio à morte e aos seus tentáculos, a Páscoa celebra a vitória da vida, a mensagem da esperança de que o sofrimento e a injustiça que experimentamos hoje não precisam ser assim, não devem ser assim, pois o Cristo morto e ressuscitado é o mesmo que proclama, em alto e claro tom: Eu vim para que vocês tenham vida e vida em abundância.
É aqui que entra o nosso protagonismo enquanto pessoas cristãs e cidadãs, você e eu.
Para cada um e cada uma de nós, a notícia de que Cristo ressuscitou e vive quer revigorar a nossa fé, fé que se expressa e se traduz em protagonismo: protagonismo que proclama a mensagem da vitória da vida sobre a morte e protagonismo que impulsiona para a vivência da fé por meio da cidadania nos trilhos da democracia, tornando-se chama de esperança em meio à escuridão.
A Páscoa nos faz cantar com o Poeta Thiago de Mello: Faz escuro, mas eu canto, porque a manhã vai chegar. Vem ver comigo a cor do mundo mudar. [...] Vamos juntos, multidão, trabalhar pela alegria, amanhã é um novo dia.
Páscoa nos faz cantar neste ano em que celebramos o Jubileu da Reforma:
Cristãs e cristãos, alegres, jubilai, felizes exultando; com fé e com fervor cantai, a Deus glorificando. O que por nós fez o Senhor, por seu divino excelso amor, custou-lhe a própria vida.
É Páscoa! Alegres, jubilai! Igreja sempre em Reforma: agora são outros 500!
É Páscoa! No Cristo ressuscitado, vivemos, nos movemos e existimos.
É Páscoa! Amanheceu! É novo dia!
Feliz Páscoa!
Pastor Nestor Friedrich
Pastor Presidente da Igreja Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB)

Fonte: www.luteranos.com.br

Comunidade da Paz celebrou aniversário do Templo com apresentação de Ernani Luís

Lembrança distribuída em
1983, durante a inauguração
do templo
No último sábado, dia 11 de março, a Comunidade Evangélica da Paz celebrou mais um aniversário de inauguração do seu Templo com um culto festivo que contou com a presença de grande público e a apresentação do cantor Ernani Luís de Três de Maio.
O Templo atual da comunidade foi inaugurado em 20 de março de 1983, completando assim 34 anos. O Sr. Nelson Schmidt trouxe para a celebração a lembrança distribuída naquele dia, a qual ele guarda como uma recordação daquele momento.
Ernani Luís encantou a comunidade com sua apresentação que mesclou música com pregação, baseada no tema da IECLB para 2017, Alegres, jubilai! Igreja sempre em reforma: agora são outros 500. Além disso, falou também das perspectivas para o lançamento do seu 9º CD, que estará disponível nos próximos dias.
Público cantou com Ernani Luís
Ernani fará lançamento do CD nos próximos dias

Mulheres de Igrejas Giruaenses celebraram o Dia Mundial de Oração

Mulheres dirigiram a celebração
Tradicionalmente acontece em Giruá na primeira terça-feira do mês de março a celebração do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO. O encontro aconteceu no Templo da Comunidade da Paz e de forma ecumênica, com participação de mulheres e homens da IECLB, Católica e IELB. O tema foi: Estou eu sendo injusto com você? - sugerido pelas mulheres das Filipinas.
O DIA MUNDIAL DA ORAÇÃO é um movimento que reúne mulheres cristãs, de muitas tradições, em todo o mundo, para observar um dia comum de oração por ano. Em muitos países esse contato tem continuidade em reuniões de oração e trabalho.
É um movimento iniciado por mulheres e realizado em mais de 170 países e regiões.
É um movimento simbolizado por uma celebração anual – primeira sexta-feira de março – à qual todos são bem-vindos.
Símbolos representaram a história e cultura das Filipinas
e da luta das mulheres daquele país
É um movimento que aproxima mulheres de várias raças, culturas e tradições, estreitando, relacionamento, compreensão e trabalho.
Através do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO, mulheres de todo o mundo: afirmam sua fé em Jesus Cristo;
compartilham suas esperanças e temores, alegrias e tristezas, oportunidades e necessidades.
Através do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO, mulheres são encorajadas:
a se conscientizarem do que acontece no mundo e a não viverem isoladamente;
a se enriquecerem com experiências de fé vividas por cristãos de outros países;
a levarem as cargas de outras pessoas, orando com e por elas;
a reconhecerem seus dons e talentos e usá-los em benefício da comunidade.
Através do DIA MUNDIAL DE ORAÇÃO, as mulheres reconhecem que a Oração e a Ação são inseparáveis e que ambas tem incontestável influência no mundo, unindo todos em torno da Oração com Informação.

Congresso Paroquial da OASE de Giruá

Mulheres dos grupos da Ordem Auxiliadora de Senhoras Evangélicas de Giruá – IECLB reuniram-se na última quarta-feira, 24 de agosto, na Comunidade São Lucas de Cândido Freire, para a realização do seu Congresso anual. 
Na dinâmica inicial, com o foco nos preparativos para a comemoração dos 500 anos da Reforma Luterana, o grupo realizou a montagem da rosa de Lutero, símbolo amplamente usado por Lutero durante o movimento da Reforma. Em seguida o grupo trabalhou o tema Espiritualidade, sob coordenação do P. Fábio Rucks. Os grupos ainda apresentaram relatórios de suas atividades e a prestação de contas do exercício findo.
Durante a tarde as participantes foram envolvidas nas oficinas de preparo de sal temperado, pastel de butiá e hambúrguer de soja. Para encerrar as atividades aconteceu um momento celebrativo dirigido pela Candidata ao Ministério Raquel Lopes Quinot.

Retiro da Juventude Evangélica de Giruá


Jovens da Paróquia Evangélica de Giruá estão reunidos em retiro durante este final de semana, 05, 06 e 07 de agosto, em retiro na cidade de Gramado. O objetivo é conjugar momentos de lazer e formação. Por isso o programa está contemplando a visita a lugares turísticos da região e momentos de formação. A temática está baseada no novo material da igreja com o título "Quem é a IECLB?".

Encontro "Julino" do Grupo de Casais Reencontristas

Os casais reencontristas de Cândido Freire prepararam o encontro do Grupo de Casais Reencontristas da paróquia nesse mês de julho, que aconteceu na noite de ontem, 21 de julho, e que ainda foi alusivo as festividades típicas dessa época. Na discussão do tema da noite a reflexão se deu em torno da responsabilidade social do cristão luterano, fundamentado na perspectiva de Lutero, já que a Igreja está em tempos de preparação para os 500 anos da Reforma Luterana.
Após a reflexão, hinos, oração e encaminhamentos diversos, o grupo saboreou um delicioso buffet de pratos típicos da época, como pinhão, pipoca, bolo, rapadura, pão de milho e trigo, quentão e outros.

Reunião definiu uma série de articulações para o Quiosque Yatay

Aconteceu na noite de hoje, 13 de julho, uma reunião no Centro Evangélico da Paz que alinhavou uma série de ações para o Quiosque Aldeia Yatay. Os participantes avaliaram a caminhada realizada até aqui como muito positiva, o que gera um animo para seguir no processo de fomento do empreendimento. Hoje o Quiosque vem se tornando referência no município em produtos coloniais, derivados do butiá, orgânicos e artesanato. O quiosque fica aberto de segunda à sexta-feira, das 8 às 12h e 14 às 18h. No sábado o atendimento é das 8 às 12h.

Agroecologia foi tema de reunião que aconteceu em Giruá

Grupo visitou o Quiosque Aldeia Yatay
   O Município de Giruá acolheu nesta semana, na segunda e terça-feira, a reunião de avaliação e planejamento das atividades do Projeto Redes Ecoforte, desenvolvido por diversas entidades que trabalham o tema da agroecologia em todo o estado. O encontro teve como espaço de reunião o Hotel Colinas e duas visitas a campo, sendo uma delas à Unidade de Processamento de Frutas do Grupo de Famílias Bela Vista e ao outra ao Quiosque Aldeia Yatay e um jantar temático no Pesque Pague Havaí com um cardápio a base de peixes e sucos de frutas nativas. 
   O Projeto Rede Ecoforte é financiado pelo BNDES e permite fomentar as redes de agricultores e agricultoras experimentadoras, através da implementação e difusão, no âmbito territorial, de uma série de tecnologias sociais agroecológicas, adaptadas aos diferentes contextos socioeconômicos e ecológicos. Essas tecnologias contribuem para aumentar e diversificar a produção agroecológica e a oferta de produtos de qualidade à mesa dos consumidores.
   Diversas lideranças de entidades de diferentes lugares do estado estiveram presentes na reunião e apresentaram os avanços em suas regiões em relação a produção de produtos, especialmente orgânicos, e o desenvolvimentos de cadeias de distribuição e comercialização. Leandro Venturim, agrônomo do Centro Ecológico de Ipê, por exemplo, relatou que a entidade assessora mais de 200 agricultores que produzem alimentos com certificação orgânica e estão organizados em diferentes associações e cooperativas.
Participantes conheceram o trabalho do Grupo Bela Vista
   Em nossa região a entidade que participa do projeto é a AREDE – Associação Regional de Desenvolvimento e Estudos, com sede em Santa Rosa, que entre suas propostas de trabalho, tem o fomentando de processos de certificação orgânica em toda a região. Segundo o agrônomo André Camargo, existe uma grande dificuldade na produção de algumas variedades de grãos orgânicos, como a soja, o milho e o trigo. Já a produção de feijão, hortaliças e frutas é bem mais simples, sendo que hoje na região já existem mais de cinquenta produtores certificados.
   A escolha de Giruá para a realização da reunião se deve pelas atividades e discussões que vêm sendo realizadas acerca da mobilização de pequenos agricultores e o desenvolvimento e oferta de uma série de produtos que estão que estão sendo comercializados no Quiosque Aldeia Yatay. 
   Aqui em Giruá alguns produtores estão realizando a discussão e a adequação de suas áreas de produção de hortaliças para o sistema orgânico. Seus produtos já estão disponíveis através da venda direta nas casas e no Quiosque Aldeia Yatay. Além disso, no Quiosque é possível encontrar uma grande variedade de produtos que contam com a certificação de orgânicos. Hoje esses produtos são facilmente identificados, pois em suas embalagens encontram-se o selo que dá ao consumidor a garantia de que nenhum produto químico ou tóxico foi utilizado em sua produção ou industrialização.
   Atualmente no Brasil existem dois sistemas de certificação para orgânicos. Um deles acontece através de certificadoras pagas. O outro acontece de forma participativa, onde outros produtores e consumidores controlam e fiscalizam quem produz. Atualmente as organizações ligadas ao projeto Ecoforte utilizam exclusivamente os sistema participativo de fiscalização, pois permite a interação entre produtores e consumidores e é um sistema mais barato.

Lelut recebeu o grupo de legionários de Três de Maio

Registramos aqui a visita do Grupo da Lelut de Três de Maio ao Grupo da Lelut daqui de Giruá, na última sexta-feira, dia 08 de julho. Encontro esse que aconteceu no Centro Evangélico da Paz e esteve envolto de muita alegria, troca de muitas conversas entre os membros dos dois grupos e a reflexão sobre os 500 anos da Reforma Luterana, com destaque especial para o tema da Lei de Deus.
O Grupo local ainda serviu um delicioso jantar, o que foi um motivo de grande comunhão entre todos os que ali estiveram.

Inaugurada praça em Giruá onde acontecerão uma série de atividades alusivas aos 500 anos da Reforma

Lideranças das comunidades da IECLB e IELB estiveram
estiveram presentes nos atos inaugurais
A noite de ontem, 04 de julho, foi de festa para a comunidade giruaense e especialmente para as comunidades da IECLB e IELB, pois com a inauguração da praça localizada em frente ao Colégio João XXII instala-se também oficialmente um espaço onde acontecerão, a partir de agora, uma série de atividades ecumênicas alusivas aos 500 anos da Reforma Protestante.
Placa alusiva aos 500 anos da Reforma
Uma das demandas já atendidas pelo Poder Executivo Municipal, através do prefeito Fabiam Thomas, é a criação dos Jardins de Lutero na referida praça. Os jardins consistirão em canteiros que conterão elementos que remeterão aos feitos do reformador Martim Lutero e sua influência na Igreja, cultura, educação, economia e outros.
Durante a inauguração da praça foi instalada uma placa que contém o selo alusivo aos 500 anos da Reforma e uma nota informativa sobre as futuras programações.